Sexta, 20 de Maio de 2022 08:38
(99) 98133-6017
Cidades ESCLARECIMENTO

Não há qualquer investigação em curso envolvendo a Prefeitura de Imperatriz no que se refere à empresa Droga Rocha

Prefeitura de Imperatriz não aderiu a ata, alvo de investigação contra a Prefeitura de Santa Inês.

11/05/2022 18h53 Atualizada há 1 semana
Por: Angra Nascimento
Não há qualquer investigação em curso envolvendo a Prefeitura de Imperatriz no que se refere à empresa Droga Rocha

IMPERATRIZ - A empresa Droga Rocha vende medicamentos para todo norte nordeste e também venceu contrato licitatório em Imperatriz. O contrato da referida com o Município foi assinado em outubro de 2021 para fornecimento de medicamentos dos hospitais municipais, UPA, CAPS AD III, CAPS Renascer, Centro de Especialidades Médicas e Serviço Móvel de Urgência (SAMU).

Celebrado via pregão eletrônico, a disputa ocorreu por meio de sessões públicas eletrônicas, permitindo o acompanhamento dos interessados na licitação, bem como garantindo a transparência e a competitividade entre os interessados. Os valores dos lances, a duração da disputa e os vencedores são públicos e tendo prazo para contestação. Em Imperatriz, a fornecedora em questão foi habilitada por atender todos os requisitos propostos no pregão eletrônico.

Vale ressaltar ainda que a Prefeitura de Imperatriz não aderiu a ata, alvo de investigação contra a Prefeitura de Santa Inês. Não há, portanto, em curso, qualquer investigação envolvendo a gestão municipal nesse sentido, sendo assim não há o que se falar em "respingar" na Prefeitura de Imperatriz, como afirma o blog.

Os dados dos contratos do Município de Imperatriz são públicos, disponibilizados no Portal da Transparência, portanto acessível à sociedade em geral. O objeto citado na referida matéria também consta no portal, sendo todo trâmite pautado no que rege o processo licitatório, prerrogativa básica da Administração Pública.

No que se refere ao funcionário do Município, em um carro numa agência bancária, cabe ressaltar que a vida particular dos servidores não está sob nosso controle, portanto não há conhecimento sobre os serviços bancários dele.

Finalmente diante de todo cenário, é notório que nos últimos meses se tenta a todo custo vincular o nome do prefeito Assis Ramos em operações ou quaisquer outras notícias negativas. No mais, estamos à disposição das autoridades e da imprensa para quaisquer esclarecimentos pertinentes, dentro dos trâmites legais.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.