Sexta, 20 de Maio de 2022 07:41
(99) 98133-6017
Política ANÁLISE

"Flávio Dino piorou tudo em sete anos e meio de governo", avalia Lobão Filho

Lobão Filho fez declarações que estão repercutindo em todo o Maranhão.

04/05/2022 22h09 Atualizada há 2 semanas
Por: Angra Nascimento Fonte: Edy Soares
Lobão Filho avaliou governo Flávio Dino.
Lobão Filho avaliou governo Flávio Dino.

SÃO LUÍS - O pré-candidato a deputado federal, Lobão Filho (MDB), continua dando uma aula de conhecimento da realidade do Maranhão nas entrevistas em emissoras de rádio e televisão, e nesta segunda-feira, 02/04 foi entrevistado pelo jornalista Marcelo Minardi na Rádio Nova FM em São Luis no programa
Questão de Ordem.

Lobão Filho, que não é de meias palavras, analisou o governo comunista e fez declarações que estão repercutindo em todo o Maranhão.

O ex-senador fez questão de lembrar ao apresentador o que disse há dois anos sobre Flávio Dino e que está se confirmando agora.

“Flávio Dino vai acordar um dia, quando deixar o cargo de governador e vai descobrir que não tem o apoio de nenhum líder do Maranhão. Ninguém da classe política, tolera Flávio Dino”, disse Lobão Filho à época.

E vai além, quando lembra que disse a Weverton Rocha que o mesmo não aguentaria “os maus-tratos, a arrogância de Flávio Dino”. Romperam, como previa, o ex-senador, dois anos atrás.

Lobão Filho relembra essa fala por causa do desdobramento que se desenha com uma frente de oposição ampla formada pelo senador Roberto Rocha que cooptou 11 partidos para apoiá-lo na sua reeleição o que é sim, uma ameaça à eleição de Dino.

“O Maranhão, politicamente, é por ciclos. O ciclo que nós vivemos da Família Sarney, ele foi interrompido; entrou o ciclo do comunismo que durou quase oito anos e acabou. Agora, começa um novo ciclo. Vai surgir oportunidade para outras pessoas ocuparem o cargo de governador, dentro de uma filosofia, de uma ideologia completamente diferentes dessas que ficaram pra trás”, disse Lobão Filho.

Para Lobão Filho, Flavio Dino deixou de debater o Maranhão há muitos anos. Resultado disso, segundo o ex-senador e pré-candidato da deputado federal é que estamos com o 2º pior IDH do país, 17% de desemprego, maior carga tributária em energia e combustíveis. “Ele piorou tudo em sete anos e meio de governo”, diz Lobão Filho.

Quando um ouvinte argumentou que o governo comunista criou restaurantes populares, Lobão Filho foi enfático ao afirmar:

“Em vez de restaurante popular, deveria dar era oportunidade de emprego, dar ao cidadão condições de levar para sua casa dignidade, fruto do seu trabalho. Tinha que ter emprego, salário digno e não esmola de restaurante popular”.

Numa demonstração inconteste de vivência e capacidade, Lobão Filho ressalta que Governo é um conjunto de coisas; é saúde, educação, infraestrutura, segurança pública, economia; são oportunidades que o nosso jovem em que ter.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.