Quarta, 08 de Dezembro de 2021 12:18
(99) 98133-6017
Cidades PROJETO DE LEI

Câmara Municipal aprova obrigatoriedade de câmeras nas escolas municipais de Imperatriz

Investimentos no IML são cobrados pelo parlamento municipal para melhorar o atendimento dos enlutados.

04/11/2021 17h40
Por: Angra Nascimento Fonte: Assessoria
 A proposta de autoria do vereador Alex Silva.
A proposta de autoria do vereador Alex Silva.

IMPERATRIZ - O projeto de Lei Ordinária 40/2021 que dispõe sobre a obrigatoriedade de implantação de sistema de vigilância eletrônica por câmeras nas unidades educacionais da rede pública municipal de ensino de Imperatriz foi aprovado nesta quinta-feira, 04, por unanimidade no plenário da Câmara de Imperatriz. A proposta de autoria do vereador Alex Silva (PL) visa preservar o patrimônio público que recebeu grandes investimentos nos últimos anos e que tem como objetivo maior oferecer qualidade no serviço educacional da cidade.

Aprovado por unanimidade, o projeto foi amplamente debatido pelos parlamentares e contou com o apoio e observações relevantes dos colegas, que acreditam que é importante o projeto ser aceito pelo Poder Executivo para garantir, também, a segurança das crianças e famílias Imperatrizenses.

A sessão plenária contou com a presença do deputado estadual Adelmo Soares (PCdoB) convidado pelo vereador Jhony Pan (PL) e, ao utilizar a Tribuna, relatou os trabalhos realizados em prol de um “Maranhão mais justo e de igualdade”, principalmente por meio de projetos sociais voltados ao esporte.

“A nossa responsabilidade é com o povo, a política precisa ser feita perto do povo, porque daqui não levamos nada, quem nos colocou aqui é o povo e ele que nos tira”, afirmou o deputado que agradeceu pela recepção dos colegas parlamentares.

O vereador Carlos Hermes (PCdoB) utilizou a Tribuna para relatar sobre a agenda realizada pelo governador do Estado, Flávio Dino, em Imperatriz para lançamento de projetos e inauguração de obras. Segundo o parlamentar, as inúmeras ações do governo do Estado irão contemplar diversas famílias que terão mais acesso e inclusão social. O vereador Wanderson Manchinha (PSB) também demonstrou satisfação ao participar da agenda do governador e ver tantas obras entregues para a população.

Já a vereadora Cláudia Batista (PTB) agradeceu pela obra do poço iniciada na Vila Fiquene e que irá atender, também, a Vila Janaína, uma solicitação indicada pelo mandato parlamentar ao poder legislativo estadual e que garantiu a destinação de emenda para a execução do projeto. A vereadora, mais uma vez, aproveitou o uso da Tribuna para cobrar por melhorias e adaptações no Instituto Médico Legal (IML) da cidade.

Em agosto, a vereadora apresentou a proposição 457/2021 e até o momento não foi atendida e solicita recursos para instalação de sala de recepção e assistência social para o atendimento dos enlutados que precisam do IML para a liberação de corpo e emissão de laudo.

 “ Fico indignada em saber que as pessoas continuam debaixo do sol quente, sendo maltratadas no IML, logo num momento delicado e que as famílias estão tão fragilizadas ”, frisou a vereadora ao solicitar urgência em investimentos para oferecer um atendimento mais humano à população que vive um momento de dor.

O vereador Aurélio Gomes (PT) comunicou que como presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor irá adotar a convocação dos secretários municipais para esclarecimentos sobre “ a perda do direito de ir e vir da população”.

“ Vamos convocar o secretário de Infraestrutura e o Coordenador da Operação Tapa Buraco para saber os motivos que não ocorrem a realização de obras nos bairros da Vila Nova e na Lagoa Verde, sendo que temos uma usina de asfalto na cidade e não vemos os trabalhos ”, disse o vereador.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.